Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info

ALGUNS ENSINOS DO MORMONISMO
(
Fonte: http://shalom_sp.vilabol.uol.com.br/mormonismo.htm)

Usamos a expressão "alguns" porque pela sua literatura podemos sentir que é vasto o campo de ensino dos mórmons. Abordaremos apenas os assuntos mais ligados diretamente à fé cristã. Verificaremos que os mórmons nem precisam da Bíblia, pois suas doutrinas não são retiradas dela, e sim das revelações de Joseph Smith.

Deus - "O Pai tem um corpo de carne e osso tão tangível quanto o do homem. O filho de Deus também é assim". Citam Gênesis 1:26(Ibid; journal of Discourses, Tiago 1:17; Números 23:19; Romanos 1:23,25; Hebreus 13:8) 

"Deus nosso pai celestial foi talvez uma criança e mortal como somos agora, e elevou-se passo a passo na escala de progresso até o ponto em que se encontra agora"(Idem, Ibid.).


Trindade
- afirmam que existem três deuses e não uma trindade, no primeiro artigo de declaração de fé mórmon (Genesis1:1; Isaías 6:8; Mateus 3:16,17; João 15:26). Nos escritos de seus autores, existem muitas contradições, principalmente comparando com o próprio Livro de Mórmon, em Alma 3:3-16.

A Criação
- "Tudo que existe, seja visível ou invisível, é eterno e sempre existiu. Deus não criou nada, apenas reuniu e coordenou aquilo que era matéria" (Perguntaríamos: Quem Criou aquilo que Deus reuniu? Leia Romanos 4:17; Colossenses 1:16,17; Hebreus 11:3; Salmo 148:1-5; Efésios 3:9; Apocalipse 10:6 e outras referências).

O Homem - o mormonismo eleva o homem ao nível de Deus e rebaixa Deus ao nível do homem (Milenial Star, vol. 23)

"O homem estava no princípio com Deus" (Progress of Man)

Exalta a queda do homem. Diz ter sido além de uma oportunidade para "abrirem os olhos", um direito a terem descendência...(Livro de Moisés). Afirmam ainda que a morte temporal do homem não poderia ter deixado de acontecer, pois nesse caso destruiria o grande plano de felicidade.(Alma 42:8) (Gênesis 3:5; Isaías 14:14; Gênesis 1:26; Matheus 19:4; Jó 38:4; Romanos 5:12-19)


O Pecado
- "Pecado é uma realidade que contribui para impedir ou retardar o desenvolvimento da alma humana (Talmage). Aqui, os mórmons têm muito a ver com o espiritismo, aliás, para os bons observadores, já deve ter ficado na mente a grande semelhança entre doutrina dos mórmons e a dos espíritas (Romanos 5:12; 6:23; Ezequiel 18:20; Thiago 1:15).

Salvação
- a salvação vem pelas obras, principalmente pela obediência aos preceitos a às cerimônias da igreja mórmon. (Alma 40:21)

O homem, após a morte, terá ainda uma segunda oportunidade mediante o batismo pelos mortos. Os mórmons vivos passam pelo batismo e outras cerimônias com a finalidade de beneficiar os mortos que estão no mundo dos espíritos,; sendo que estes têm o direito de aceitar ou rejeitar a obra para eles (Atos 4:12; Efésios 1:7,1; I Pedro 1:18,19; Hebreus 9:27; Romanos 5:9).


Jesus
- "Quando a virgem Margem concebeu o menino Jesus, Ele não foi gerado pelo Espirito Santos. E quem é seu pai? É o primeiro da raça humana: Adão! (Journal of Discourses, vol. 2)".

Afirmam que, após a ressurreição, Jesus veio à América do Norte, pregou a seus habitantes, escolheu doze apóstolos e deixou uma igreja organizada que perdurou por quase duzentos anos. Afirmam ainda que Jesus é o irmão mais velho da humanidade. Foi gerado como nós. Toma como base colossenses 1:15 e Apocalipse 1:5. É claro que a palavra "primogênito"nessas passagens não significa apenas o primeiro gerado, mas também:


Preeminente em tudo - Salmo 89:27; Êxodo 4:22; I Coríntios 15:23. _Herdeiro de Tudo - Hebreus 1:2.
_O que tem direito sobre tudo - Apocalipse 5:9. Três Locais de glória:


a) Reino Telestial - para onde vão os ímpios do mundo.

b) Reino Terrestial - para onde vão as pessoas que não foram mórmons.

c) Reino Celestial - reservado somente para os mórmons, onde os mórmons que se casaram no templo e se tornaram dignos chegaram à exaltação ou deidade.

d) O Inferno ou a segunda morte é reservado para o diabo e seus anjos, e para os mórmons apóstatas.

Os mórmons usam I Coríntios 15:40,41 para ensinar que existem três céus(cf.II Coríntios 12:2). Ora, qualquer pessoa familiarizada com o pensamento judaico (Paulo era Judeu) sabe que eles tanto quanto os cristãos crêem na existência de três céus, mas não da forma como são definidos pela doutrina mórmon. O primeiro céu é o atmosférico( das nuvens, pássaros, aviões, etc.); o segundo é o das estrelas e planetas, e o terceiro é o lugar da habitação de Deus. A bíblia jamais ensina haver três céus que sirvam de habitação eterna para o homem.


Batismo pelos mortos e por procuração
- tomam I Coríntios 15:29 como base bíblica. Nessa passagem, embora existam dezenas de explicações razoáveis para o ato, Paulo não ratifica tal prática; pelo contrário, usa o exemplo de uma prática sem fundamento bíblico praticada pelos seus oponentes em Corinto para mostrar a sua incoerência. O verdadeiro sentido da morte é explicado por Paulo logo a seguir no versículo 31.

A incoerência dos oponentes de Paulo está no fato de negarem a ressurreição e, no entanto, aceitarem o batismo pelos mortos. Tal batismo era praticado pelas seitas heréticas dos marcionitas e montanistas. Em 393 a.C. o concílio de Hipona proscreveu tal prática.
No Livro Doutrinas e Pactos, esse ensinamento é claro. Whalen informa que em 1857 o presidente Woodruff informou que ele tinha sido batizado por procuração mais de cem vezes a favor de homens eminentes como João Wesley, Colombo, etc.; e que só no decorrer do ano de 1962 a Igreja registrou 2.566.476 batismos
pelos mortos (O Caos das Seitas)

Casamento
- os que forem realizados segundo os preceitos da Igreja Mórmon perdurarão pela eternidade, desde que haja afinidade espiritual entre os cônjuges. A doutrina de Smith acerca do matrimônio contém dois elementos básicos: a pluralidade de esposas e o matrimônio espiritual (Mateus 22:29,30)

Poligamia
- "Se um homem casar com uma jovem e, por consentimento desta, casar com outra, a ambas forem dele somente, não há adultério." "Se vier assim a casar com outras dez, não comete adultério, pois todas lhe pertencem; é justificado seu ato." "Jesus Cristo foi polígamo: Maria e Marta, as irmãs de Lázaro, eram suas esposas pluralistas, e Maria Madalena era outra. A festa de Cana era de um de seus próprios casamentos" (Wife nº19, cap. XXXV; The True Origin of Mórmon Polygamy - Confira com Marcos 10:7,8; I Coríntios 7:2;1; I Timóteo 3:12; Tito 1:6; Romanos 7:2,3) Igreja - todas as igrejas estão desviadas; eles são os únicos certos. O genuíno Evangelho foi restaurado por Joseph Smith mediante revelação direta de Deus (II Nefi 28,29)

A Vinda de Jesus
- crêem na segunda vinda de Cristo, porém pervertendo o sentido bíblico. A cidade de Sião será construída na América do Norte, e também o templo do Milênio (Zacarias 14:4; 8:3,22; Isaías 2:3; Atos 1:11,12)

Revelação Divina Incompleta - "Cremos em tudo o que Deus revelou e que Ele ainda revelará muitas coisas grandes e importantes ao reino de Deus" (Confira Hebreus 1:1,2. A expressão "por último" não dá lugar para as revelações se Smith nem das Sras Eddy ou White. Veja Marcos 12:6,7; Gálatas 1:8,9).


Os Anjos
- crêem que as almas evoluem após a morte. Elas chegam a ser anjos e prosseguem na escala ascendente. Citam Hebreus 12:23 (Hebreus 1:4; I Coríntios 4:9; Mateus 13:41; 24:31; Salmo 91:11,12; Vide ainda II João 11 e 12) Os anjos não são oriundos de homens aperfeiçoados. São superiores aos homens e foram criados antes deles. Um ponto alto de seu ministério é assistir à Igreja: Hebreus 1:14; Salmo 91:11,12. Dominam forças e elementos da natureza: Apocalipse 7:1; 14:18; 16:4, etc. 

Copyright © 2000 / 2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.