Benefícios da homeopatia
 

A homeopatia foi descrita e organizada pelo médico e pesquisador alemão Samuel Hahnemann (1755-1843), devido a sua insatisfação com o perigo e incapacidade da medicina da época. Através de leituras, ele obteve fundamentos para fazer um estudo detalhado sobre as propriedades farmacológicas e toxicológicas de várias substâncias. Após anos de experimentações, seu trabalho é a base da homeopatia usada atualmente.

Esta terapêutica médica visa a cura por meio de medicamentos preparados em diluições infinitas e capazes de produzir no homem aparentemente sadio sintomas semelhantes aos da doença que devem curar num paciente específico. Resumindo, a homeopatia trata o doente com sua própria avaria.

Existem homeopatas que preferem medicar por sintomas mentais, por sintomas de temperamento e sintomas de constituição física característica, mas a homeopatia tradicional é aquela feita após uma consulta em que são recolhidos dados relevantes de toda sua vida em um minucioso exame físico. Em seguida, diagnósticos da doença são elaborados para que os dados relevantes sejam usados para se chegar a um medicamento.

A quantidade desses medicamentos homeopáticos pode se apresentar em diferentes formas: líquida, sólida e composta por tabletes e comprimidos. A líquida é formada por uma solução hidroalcoólica, que pode ou não ser diluída em gotas na água. A sólida consiste em grânulos de sacarose, que é o açúcar extraído da cana; seu tamanho pode variar de acordo com o padrão do estabelecimento. Já os tabletes e comprimidos são preparados com lactose, o açúcar do leite. Os tabletes são facilmente dissolvidos na boca, enquanto os comprimidos levam mais tempo.

Para a homeopatia, o corpo de um ser vivo é uma unidade a seu serviço. Unidade que, apesar de ser feita de partes, partes das partes, partes das partes das partes, e assim sucessivamente, deve ser tratada como unidade quando o ser adoece.

 
Data: 16/7/2008
 

VOLTAR

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.