Fratura por queda na Terceira Idade
 

Uma estatística que aumenta ano a ano, em São Paulo, refere-se a fraturas em pessoas da Terceira Idade, provocadas por queda. Conforme levantamento divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, no ano passado, 9.400 idosos foram internados em hospitais da rede pública e privada com fratura de fêmur em decorrência de queda.

Como toda estatística, esta também revela apenas a ponta do iceberg do problema que envolve as pessoas maiores de 60 anos. Nessa idade, são tantos os problemas para locomoção, além de dificuldades dos sentidos, como a visão, que se estima que um número muito maior de acidentes ocorra no Estado.

Uma projeção desses estudos indica que pelo menos 30% dos cerca de 3 milhões de idosos paulistas – ou seja, quase 1 milhão deles! – sofrem quedas ao menos uma vez por ano.

Segundo os especialistas, não é apenas na rua que as pessoas da chamada “Melhor Idade” enfrentam desníveis no solo e outros obstáculos, que resultam em queda e conseqüente fratura. Muitos dos riscos estão dentro da própria casa, nem sempre projetadas ou equipadas para atender as necessidades desses moradores especiais.

A constatação é que, para os idosos, não há local 100% seguro. Diante dessa realidade, cautela e muita atenção no caminhar devem fazer parte do dia-a-dia, seja na rua, seja em casa, para evitar acidentes. Um dado trágico revelado pela área da saúde informa que em 2005 houve 795 óbitos no Estado de São Paulo ocasionados por queda.

Assim, além de exercícios físicos, uma boa dieta alimentar e não se medicar sem a prescrição de um médico especialista, a pessoa da Terceira Idade devem seguir algumas dicas para prevenir acidentes dentro de casa:

. Aumentar a luz em ambientes fechados;
. Utilizar sapatos antiderrapantes;
. Evitar ingestão de bebidas alcoólicas;
. Retirar móveis de corredores e passagens;
. Evitar deixar objetos em armários altos;
. Não subir em cadeiras ou bancos;
. Instalar corrimões em escadas e banheiros.
. Evitar o uso de tapetes pequenos
. Colocar interruptores de luz em locais de fácil acesso
. Deixar uma luz acesa iluminando o trajeto entre o quarto e o banheiro à noite
. Evitar deixar objetos no chão, como chinelos, caixas ou brinquedos.

 
Data: 26/6/2008
 

VOLTAR

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.