Home
Família
Religiões
Pesquisa
Serviços
Busca
Info
Família Religiões Serviços Busca Pesquisa Info

O Cristianismo teve início com a vida, o ministério, a morte, a ressurreição e a ascensão de Jesus, um judeu que os cristãos acreditam ser o Filho de Deus. Suas raízes, no entanto, são mais antigas e penetram fundo na tradição judaica, com o cristianismo considerando-se a Nova Aliança ou Novo Testamento em relação ao Antigo. A história e interpretação primitiva de Jesus, que o considerou o Cristo, ou Messias, está registrada no Novo Testamento, que inclui os Evangelhos, as Epístolas (cartas) e outros escritos do século I. Todos eles reconhecem  que Jesus foi, e é, a intervenção pessoal de Deus para restaurar Seu poder e força no mundo.

Mensagem cristã

Os cristãos acreditam num Deus único que existe sob três formas - Pai, Filho e Espírito Santo - constituindo a Santíssima Trindade. Seguem os ensinamentos de Jesus, que enfatizava o amor e o perdão. Sua vida e seus ensinamentos, juntamente com a história de sua morte e ressurreição, são descritos nos livros iniciais do Novo Testamento da Bíblia.

Jesus Cristo
Jesus Cristo - Conhecido como Jesus de Nazaré, cidade da Galiléia onde cresceu. O nome Cristo é a tradução grega da palavra hebraica "Messias", que significa "o Ungido", aquele que deveria ajudar a libertar Israel de seus inimigos.Dois mil anos atrás Jesus viveu na Judéia, província do Império Romano, numa região hoje ocupada por Síria e Israel. Os cristãos acreditam que ele é o Filho de Deus, e a religião cristã é baseada em sua vida e ensinamentos. Quase tudo o que sabemos sabemos sobre Jesus está contido nos quatro primeiros livros do Novo Testamento da Bíblia: Os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João. Eles narram sobretudo os anos de pregação de Jesus na Galiléia. Descrevem também sua morte e ressurreição. Essa é a mais importante de todas as histórias sobre Jesus, pois os cristãos acreditam que, ao sacrificar Seu filho. Deus lhes trouxe a salvação e a oportunidade de uma vida eterna. Mais detalhes...
História

Depois da Crucificação e da Ascensão de Jesus, seus discípulos pregaram entre os judeus do leste do Mediterrâneo e registraram sua fé em escrituras, ajudando a difundir o cristianismo. O missionário Paulo durante uma viagem - Originalmente perseguidor dos cristãos, Saulo de Tarso converteu-se ao cristianismo depois de ter uma visão de Jesus na estrada para Damasco. Mudou seu nome para Paulo e empreendeu uma série de jornadas missionárias ao redor do Mediterrâneo. Os esforços do missionário Paulo (falecido em 65 d.C.) fizeram a religião avançar e consolidaram uma base segura no Império Romana. Tal como o próprio império, o cristianismo gerou duas correntes: a ocidental, baseada em Roma, e a oriental, baseada em Constantinopla (hoje Istambul). Essas duas correntes originaram as modernas Igrejas Católica e Ortodoxa. Muito tempo depois, com o movimento conhecido como Reforma, emergiu o protestantismo, terceira corrente do cristianismo. As três correntes tornaram-se dominantes na religião cristã, conferindo-lhe grande variedade e presença em todo o mundo. 

Crenças

O cristianismo surgiu entre os antigos judeus e deve muito às judaicas, tais como a crença num Deus único, a convicção de que o homem foi criado à imagem de Deus e a idéia de que um dia Ele enviará um Messias como seu representante para governar com justiça na terra. Porém, a vinda de Jesus como Messias assinala uma diferença fundamental entre as fés cristã e judaica. Para os cristãos, a morte e a ressurreição de Cristo deram início a uma nova aliança entre Deus e a humanidade, segundo a qual a salvação é possível através do amor cristão. Eles acreditam também que os que crêem em Jesus como filho de Deus e vivem de acordo com seus ensinamentos serão salvos. Saiba mais detalhes...

Festas e Dias Santos

PresépioO ano cristão é organizado em função de festas que celebram a vida de Jesus Cristo. As mais conhecidas - Natal e Páscoa - ganham destaque em cerimônias especiais nas igrejas e celebrações domésticas. Diferentes correntes da Igreja dão ênfase distinta à celebração de festas. Algumas igrejas protestantes se restringem aos feriados principais, enquanto em países católicos os santos também são venerados. Porém, nos países cristãos em geral a importância dessas festas transcende a própria Igreja. Quase todos festejam o Natal, as crianças ganham ovos na Páscoa e muitos adultos têm folga no trabalho por ocasião das principais festas religiosas. Saiba mais sobre as festas católicas...

Culto e Rituais

A comunidade dos cristãos praticantes é chamada "Igreja", assim como o edifício onde se dá o culto. As pessoas integram-se à comunidade cristã através de cerimônias de batismo e confirmação. Os cristãos se reúnem para o culto regular principalmente aos domingos. O culto consiste em vários rituais - por exemplo, orações a Deus, hinos em Seu louvor, leitura de trechos das Escrituras e sermões. O principal ritual cristão é a celebração da eucaristia, ou missa, introduzida pelo próprio Jesus. Mais informações...

Pia BatismalSacramentos
As mais solenes cerimônias cristãs são chamadas sacramentos. São rituais que, executados de maneira correta, atraem a graça de Deus para uma pessoa ou grupo específico. A Igreja Católica reconhece sete sacramentos, que abrangem os momentos principais na vida espiritual do fiel. As Igrejas Protestantes reconhecem apenas dois: o batismo e a eucaristia.
Saiba mais...

Copyright ©2002 - Vida Perpétua Serviços S/C Ltda.